Home » Notícias » Informativo sobre os efeitos provocados pelos plugins G-Buster e Warsaw no TQS
Informativo sobre os efeitos provocados pelos plugins G-Buster e Warsaw no TQS Bookmark and Share PDF Imprimir E-mail
Qua, 06 de Julho de 2016 11:21

Prezado Cliente,

Durante as últimas semanas, recebemos algumas ligações de clientes comentando problemas na utilização dos Sistemas TQS. Dois itens foram os mais citados:

  • Lentidão ao utilizar os sistemas;
  • Funcionamento irregular no acionamento dos comandos de teclado dos Editores Gráficos.


Após “investigar” o assunto, conseguimos identificar que os plug-ins G-Buster e Warsaw são os responsáveis por estes problemas encontrados na utilização dos Sistemas TQS. Esses dois plug-ins são instalados automaticamente, por exemplo, ao acessar o site do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e do Itaú – não sabemos se outros bancos também utilizam tais plug-ins.

Com relação a lentidão dos Sistemas TQS provocada por estes plug-ins, em alguns casos o Processamento Global de um modelo estrutural pode levar mais que o dobro de tempo nas máquinas que não possuem o G-Buster ou o Warsaw instalados. 

Porém, o efeito mais adverso da instalação desses plug-ins é a lentidão ao utilizar alguns comandos de teclado nos Editores Gráficos. Constatamos que, os comandos de zoom [F8], criação de linha [F2], ponto base [F], ponto auxiliar [A], entre outros, podem apresentar falhas aleatórias na detecção das teclas de atalho. Esse comportamento, além de desgastante, acaba comprometendo a produtividade dos nossos usuários. Identificamos, também, que tais plug-ins podem afetar significativamente a interface gráfica do programa Gerenciador e diversos Editores Gráficos, entre eles, o Modelador Estrutural, deixando os ícones em branco e gerando lentidão nos eventos de mouse e teclado.

Enquanto a lentidão do sistema pode incomodar, mas não afeta os resultados do processamento global, a interferência nos comandos dos Editores Gráficos quase que torna impeditiva a utilização dos mesmos. 

Em nossos testes realizados, confirmamos que os efeitos prejudiciais destes plug-ins são os mesmos, tanto nos Sistemas TQS V18 como nos Sistemas TQS V19. Nas versões anteriores, é provável que os resultados sejam similares.

Os plug-ins G-Buster e Warsaw são de propriedade da empresa GAS Tecnologia e tem o objetivo de tornar seguras as transações eletrônicas realizadas nos sites dos bancos. Os possíveis efeitos da instalação dos mesmos é um assunto comum na Internet. Maiores informações podem ser facilmente obtidas por meio de uma simples busca no Google.

Gostaríamos de ressaltar que não podemos atribuir os problemas acima aos Sistemas TQS, pois quando os tais plug-ins são removidos, os Sistemas TQS voltam a funcionar normalmente. Estamos trabalhando em conjunto com o suporte técnico da GAS Tecnologia, em busca de uma solução definitiva para essa incompatibilidade entre o TQS e os plug-ins.

O Suporte Técnico TQS está à disposição para eventuais esclarecimentos.

Atenciosamente,

TQS Informática Ltda.