Home » Conheça os Sistemas CAD/TQS » Sistemas Complementares » PREO - Pré-moldados e pré-fabricados
PREO - Pré-moldados e pré-fabricados - Software para Análise, Cálculo, Projeto, Dimensionamento e Detalhamento
Índice do Artigo
PREO - Pré-moldados e pré-fabricados - Software para Análise, Cálculo, Projeto, Dimensionamento e Detalhamento
Página 2
Página 3
Página 4
Todas Páginas

Vigas Pré-Moldadas

Foram incorporados ao PREO recursos que permitem o completo dimensionamento, detalhamento e desenho de vigas pré-moldadas.

Veja, a seguir, alguns exemplos de desenhos finais automaticamente gerados pelo sistema.

Dentre as características desses novos recursos, destacam-se:

a) Na seção catalogada de vigas, além das posições dos cabos de protensão, foram adicionadas informações referentes às armaduras longitudinais passivas (resistentes, laterais e construtivas), bem como das armaduras transversais (estribos e armaduras construtivas).

Um novo editor gráfico inteligente foi desenvolvido especificamente para facilitar a edição desses dados na seção catalogada.

b) No Modelador Estrutural, os grupos de armações de vigas (peças que possuem a mesma fôrma e armação), que antes eram atribuídos de forma manual e interativa, agora podem ser automaticamente definidos pelo programa de acordo com os grupos de fôrmas (peças com mesma fôrma).

c) O dimensionamento, detalhamento e desenho das vigas são realizados de forma automática a partir de seus dados geométricos (seção catalogada e lançamento no modelador), dos esforços solicitantes (envoltórias geradas a partir da resolução do pórtico espacial), bem como de uma série de critérios que proporcionam um total controle para que o Engenheiro possa estabelecer suas condições particulares.

Neste cálculo automático, são dimensionadas e detalhadas as armaduras longitudinais protendidas e passivas, como também as armaduras transversais. São atendidos os Estados Limites Últimos à flexão composta normal (no ato da protensão, no saque, no içamento e no infinito) e à cortante (na montagem e sob condições de uso final).

Além disso, são verificadas diversas condições em serviço (tensões e aberturas de fissuras), como também calculadas as armações nos extremos das vigas com ou sem dente gerber.

d) Após o dimensionamento automático efetuado no TQS PREO, o Engenheiro pode, com grande facilidade, otimizar o detalhamento da viga por meio de um novo comando no Modelador Estrutural.

Dentre as possibilidades desse comando, o Engenheiro poderá:

- Editar interativamente todos os dados da protensão, alterando valores das forças, adicionando cabos superiores, definindo isolamentos nos cabos nos extremos da peça, podendo inclusive eliminar toda protensão, transformando-a numa peça em concreto armado.

- Visualizar graficamente o diagrama de armaduras passivas necessárias, que é atualizado dinamicamente à medida que é realizada qualquer alteração nos dados da viga.

- Visualizar graficamente as tensões ao longo da peça.

- Alterar interativamente o detalhamento das armaduras longitudinais (resistentes, laterais e construtivas).

- Alterar interativamente o detalhamento das armaduras transversais (estribos e armaduras construtivas).

- Alterar interativamente o detalhamento das armaduras nos extremos da peça sem dente gerber.

- Alterar interativamente o detalhamento das armaduras nos extremos da peça com dente gerber.

- Visualizar graficamente as aberturas de fissuras ao longo da peça.

e) Nesse mesmo comando descrito anteriormente, também está disponível um cálculo aproximado de flechas para 3 fases distintas: na pista, na montagem e no uso final. Leva-se em consideração 6 etapas diferentes, a fluência e as perdas de protensão.

f) Como resultado final, é gerado um desenho (DWG) onde são apresentados os detalhamentos das vigas para os cabos de protensão, com tabela das posições utilizadas, bitola, força, isolamento e outros dados.

- E, também o detalhamento das armaduras frouxas, com as armaduras longitudinais, estribos e grampos utilizados na seção:

Dimensionamento de pilares

No dimensionamento dos pilares, além dos esforços obtidos de cada etapa, são feitas verificações adicionais, de modo a garantir a segurança da peça durante o içamento, transporte etc.

A alteração das armaduras pode ser feita de modo rápido e prático através de um editor próprio de armaduras de pilares.

Dimensionamento de vigas

São gerados relatórios completos de envoltória de esforços para que o engenheiro possa fazer seu próprio detalhamento. Todas as envoltórias são separadas de acorodo com osgrupos de elementos estruturais criados durante o lançamento da estrutura.

A presença de uma calculadora de armadura passiva em seção protendida auxilia o dimensionamento das armaduras ou a verificação de seções já dimensionadas.

As vigas pré-moldadas, protendidas ou não, são detalhadas automaticamente dentro do sistema TQS PREO.

Dimensionamento de lajes

As lajes pré-moldadas são verificadas aos Estados Limites Últimos (ELU) e aos Estados Limites de Utilização (ELS), sendo sempre consideradas envoltórias de esforços entre as etapas construtivas. Para elementos com seção de diferentes tipos de concreto, é feita a homogeneização da seção.

Para elementos de laje pré-moldados protendido, há a possibilidade de se pré-dimensionar a protensão de acordo com as posições de cabos catalogadas.

Todo o processo é feito de forma gráfica e interativa, de modo a facilitar o trabalho do engenheiro.

Dimensionamento de consolos

O dimensionamento dos consolos é feito de forma automática, a partir de envoltórias de esforços e de acordo com a NBR 9062. Os consolos podem ter seções trapezoidais ou retangulares, podendo ainda apoiar mais de uma viga.